Morre em Santarém o violonista Sebastião Tapajós, artista consagrado em palcos do Brasil e Europa

Violonista Sebastião Tapajós — Foto: Reprodução/Redes sociais

O violonista Sebastião Pena Marcião, artisticamente conhecido como Sebastião Tapajós, morreu neste sábado (02) no Hospital da Unimed, em Santarém, oeste do Pará. O músico consagrado no Brasil e na Europa tinha 79.anos de idade.

A morte de Sebastião Tapajós deixa uma grande lacuna no meio artístico. Mas sua contribuição musical será lembrada por esta e as próximas gerações.

Desde que foi confirmada a morte do violonista, dezenas de manifestações de pesar estão sendo compartilhadas nas redes sociais.

Homenagens

Os muitos feitos pela arte instrumental renderam várias homenagens a Sebastião Tapajós, uma delas em novembro de 2013, com a cerimônia de outorga das insígnias de Doutor Honoris Causa ao músico santareno, concedidas pela Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa). A solenidade foi promovida pelo Conselho Universitário Pro Tempore da Universidade.

Em 2018, um grupo de amigos realizou um tributo no auditório da Casa da Cultura, em Santarém, com o tema “Santarém do Tapajós: rio abaixo rio acima”.

Na ocasião, foi assinada a lei municipal que concedeu pensão vitalícia ao violonista.

Em dezembro de 2019, o violonista recebeu uma homenagem em Alter do Chão, na inauguração do palco “Mestre Sebastião”, na Cabana do Tapajós, uma casa de eventos.

A homenagem foi feita pelo projeto de extensão da Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa) “Luzes do Tapajós”.

Música em novela e legado

Em 2017, Sebastião Tapajós, teve a música “Rei Solano” do disco “Aos da guitarrada” incluída na novela de horário nobre “A força do querer”, da Rede Globo.

Grande parte do legado artístico de Sebastião Tapajós está detalhado na obra “Sebastião Tapajós, 50 anos de vida artística”, do organizador Cristovam Sena, publicado em 2013.

Alguns fragmentos do livro discorrem sobre a revelação artística do violonista.

Nota da Câmara de Santarém

A Câmara Municipal de Santarém vem de público manifestar pesar pelo falecimento do violonista Sebastião Pena Marcião, o Sebastião Tapajós, ocorrido neste sábado, 02 de outubro de 2021.

Dessa forma, o legislativo santareno reconhece o talento e o valor desse artista para a cultura santarena, que, com seu trabalho, levou o nome da Pérola do Tapajós para vários continentes.

E foi em terras mocorongas que Sebastião Tapajós escolheu para viver seus últimos dias, ficando a gratidão do nosso povo.

Ao mesmo tempo, os vereadores santarenos se solidarizam com familiares e amigos desse grande artista.

Fonte: g1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *