outubro 12, 2021

Com surto psicótico, PM é baleado, recebe socorro mas morre no hospital geral do estado

Após levar um tiro dos próprios colegas da PM, o 3º sargento identificado como Alessandro Oleszko, pertencente ao 5º Batalhão da Polícia Militar (BPM) de Alagoas morreu na noite dessa segunda-feira (11).  O tiro segundo relatos dos colegas de farda, teve a intenção de  controlar o policial, que foi acometido por um surto psicótico, em Rio Largo, Em nota oficial, publicada no seu site, a PM lamenta o ocorrido e a morte do sargento. Veja a nota na íntegra:

“É com imenso pesar que a Polícia Militar de Alagoas comunica o falecimento do 3º Sargento Alessandro Oleszko, ocorrido nesta terça-feira (12).O Sargento Oleszko ingressou na Corporação no ano de 2006 e, atualmente, estava lotado no 5º Batalhão de Polícia Militar (BPM).

A PM-AL informa que está apurando os fatos da ocorrência envolvendo o militar, e que através do CAS está oferecendo todo apoio à família do sargento, bem como aos integrantes das guarnições que participaram do atendimento.

Em nome de toda a Corporação, o Comandante-geral, Coronel Wellington Bittencourt, lamenta a morte deste profissional de segurança pública, externando os sentimentos de mais profundo pesar aos amigos, familiares e companheiros de farda.”

 De acordo com informações da PM,  sargento vinha se comportando com um elevado grau de agressividade e atípico. Policiais do  5º e o 8º BPM tentaram contê-lo, sem sucesso.  Durante o surto, segundo ainda a PM, ele tentou agredir colegas com duas facas e depredou uma viatura. Oleszko, conseguiu ir até o próprio carro, e pegar uma arma de fogo.  Em vários momentos teve luta corporal com os colegas de farda e dificuldades na tentativa de contê-lo, mesmo utilizando  uma arma elétrica de baixa letalidade conhecida como taser.

Depois de todas as tentativas para acalmá-lo e imobilizá-lo, foi necessário, para resguardar a integridade física dos militares, efetuar um disparo que atingiu a perna esquerda do militar. Mesmo ferido, teve de ser algemado e em seguida  encaminhado para  a UPA do Tabuleiro dos Martins, onde recebeu os primeiros socorros encaminhado para o HGE por uma ambulância., mas não resistiu e morreu.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *